quarta-feira, 2 de janeiro de 2013

ESCOLA DE ISRAEL CONFERE "CERTIFICADO DE PROFETA"


Em vez de longas barbas e túnicas, eles usam camisetas e trajes esportivos. No lugar de tábuas com mandamentos, eles ostentam tablets de última geração. Preferem segurar seus smartphones do que cajados que os apoiem em caminhadas. Eles podem não encarnar tradicionalmente o papel, mas os israelenses matriculados na Escola para Profetas Caim e Abel, aberta este mês em Tel-Aviv, treinam para anunciar desígnios de Deus e predizer acontecimentos por inspiração divina. A entidade cobra pouco mais de US$ 50 pelas 40 aulas para formar seus profetas.
(Fonte Estadão)

Nenhum comentário:

Postar um comentário