quinta-feira, 15 de novembro de 2012

"Cada um cuide não somente dos seus interesses, mas também dos interesses dos outros" (Fp 2.4)

Leitura Bíblica: Gálatas 6.7-10

"Cada um cuide não somente dos seus interesses, mas também dos interesses dos outros." (Fp 2.4)

O título da mensagem é uma expressão latina que significa "coisa pública". Vem dela a nossa palavra "república". Esta seria, portanto, um sistema que se baseia no interesse público e não naquele particular de um ou outro. Não pretendo discutir aqui se a nossa república brasileira atende a esse ideal ou não, mas não dá para deixar de alertar para as advertências do início do texto da nossa leitura de hoje - e recomendar que cada um aplique de forma adequada à sua própria pessoa. A esse propósito, é bom cuidar também para não fazer mau uso do versículo em destaque: não se trata de uma sugestão para apontar o dedo para os defeitos dos outros! O melhor será reunir os dois textos em torno do final da leitura bíblica - confira.

O cristão tem um grande privilégio: por ter de Deus a promessa de que nunca será abandonado (Hb 13.5), ele pode dar-se ao luxo de ser um verdadeiro republicano, ou seja, dedicado ao interesse dos outros, distribuindo bondade ou, como diz a leitura, fazendo o bem a todos, sem precisar temer algum prejuízo por causa disso. É interessante notar que, se toda a humanidade agisse assim, todos seriam beneficiados e os problemas sociais acabariam, mas é claro que sem o respaldo divino não se consegue isso e a verdadeira república fica nos sonhos.

Para quem é cristão, porém, vale o desafio de viver neste mundo como um agente do Reino de Deus que, apesar do nome se dedica plenamente ao bem público, trazendo uma amostra de algo mais do que um ideal republicano: sua verdadeira substância, alimentada pelo amor de Deus por suas criaturas. Mas talvez você não seja cristão. Nesse caso, fica o convite de entregar sua vida a Jesus Cristo, que deu a dele para nos tornar filhos de Deus e cidadãos do seu Reino, capazes de sinalizar que a república de verdade pode ser bem real e não apenas um sonho.

(texto de Roland Korber, São Paulo, SP)

Nenhum comentário:

Postar um comentário