terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

O PERIGO DA REBELDIA


"Irmãos, convinha que se cumprisse a Escritura que o Espírito Santo proferiu anteriormente por boca de Davi, acerca de Judas, que foi o guia daqueles que prenderam Jesus, porque ele era contado entre nós e teve parte neste ministério. (Ora, este homem adquiriu um campo com o preço da iniquidade; e, precipitando-se, rompeu-se pelo meio, e todas as suas entranhas se derramaram; e isto chegou ao conhecimento de todos os habitantes de Jerusalém, de maneira que em sua própria língua esse campo era chamado Aceldama, isto é, Campo de Sangue.) Porque está escrito no Livro dos Salmos: Fique deserta a sua morada; e não haja quem nela habite; e: Tome outro o seu encargo." (Atos 1.16-20)


INTRODUÇÃO
- Todos conhecemos a história de Judas Iscariotes. Um dos doze apóstolos que traiu Jesus vendendo-O por trinta moedas de prata. O trágico fim desse homem aponta para onde a rebeldia e a traição leva aqueles que se deixam levar pelas mesmas atitudes dele.

1º. “… Foi o guia daqueles que prenderam Jesus” (vs.16b)
◦ Essas pessoas conquistam a confiança dos seus líderes e estão sempre por perto deles.

◦ O líder investe e dá as mesmas oportunidades que dá aos demais – vs.17

◦ Atraem a confusão e o escândalo para a igreja.


2°. “Ora, este homem adquiriu um campo com o preço da iniquidade…” (vs.18a)
◦ Há muitos líderes adquirindo “campos” com o preço da traição, da divisão, da rebeldia.

◦ Como Absalão, assentam-se à porta da cidade e difamam seu pais na surdina e roubam o coração das pessoas (2Samuel 15.2-6).

3º. “…Precipitando-se…” (vs.18b)
◦ Fundamentar ministério na base da rebelião, da divisão é precipitação de quem já quer começar com a casa cheia.

◦ A rebelião é um tiro no próprio pé, é suicídio ministerial!

4º. “… Rompeu-se pelo meio, e todas as suas entranhas se derramaram” (vs.18c)

◦ O “ventre”, lugar onde ficam as “entranhas”, segundo Jesus é o depósito das águas vivas do Espírito Santo (João 7.38)

◦ O rebelde fatalmente perderá a unção que seu líder havia transmitido

◦ Há muitos obreiros que quando estão debaixo do manto dos seus líderes, começam a se envaidecer porque acham que estão melhores do que eles. Quando saem da cobertura, deixam de operar naquela unção porque o ventre rasgou a unção derramou (se perdeu).


5º. “E isto chegou ao conhecimento de todos os habitantes de Jerusalém, de maneira que em sua própria língua esse campo era chamado Aceldama, isto é, Campo de Sangue.” (vs.19)
◦ Resultado é a vergonha pública – “E isto chegou ao conhecimento de todos os habitantes de Jerusalém”

◦ No reino espiritual aquele ministério é conhecido como “Aceldama”. Imagine: “Igreja Evangélica Aceldama”… misericórdia!

◦ Aquele ministério que poderia ter sido consolidado na paternidade e na fidelidade, gerando filhos espirituais, agora transformou-se num “cemitério para forasteiros” (Mateus 27.7).

◦ Imagine as pessoas indo à igreja para morrerem, para serem sepultadas… misericórdia!

◦ “Forasteiro” é alguém que não fica, que está só de passagem, que não cria raízes.

◦ Se você percebe que seu ministério é um lugar de forasteiros, que não fica ninguém, não é hora de buscar a Deus em oração e ver o que está errado? Veja se não houve alguma raiz de rebeldia no início.

◦ Consequência: “Porque está escrito no Livro dos Salmos: Fique deserta a sua morada; e não haja quem nela habite; e: Tome outro o seu encargo” (Atos 1:20).

“ Deus faz que o solitário more em família; tira os cativos para a prosperidade; só os rebeldes habitam em terra estéril” (Salmos 68:6).

CONCLUSÃO
- Seja fiel à sua liderança. Se Deus está lhe chamando para algo diferente, sonde suas motivações, seja franco com seus líderes e espere a bênção de Deus e deles.

- Se você saiu debaixo de alguma raiz de rebelião, arrependa-se e peça perdão a Deus e à igreja.


Autor: Marcos Arrais

Nenhum comentário:

Postar um comentário