quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

BISPO MANOEL FERREIRA (LÍDER DA ASSEMBLEIA DE DEUS DE MADUREIRA) É ACUSADO DE APOIAR SEITA

Um vídeo divulgado no último dia 03 mostra o bispo Manoel Ferreira, líder do Ministério Madureira, apoiando Sun Myong Moon, fundador da seita Igreja da Unificação. Moon prega que é uma nova encarnação de Jesus e é natural da Coréia, onde supostamente teria tido um “encontro espiritual”.

Em 1960 casou-se com Hak Ja Han e tiveram 13 filhos e 40 netos. Eles passaram a se apresentar com o título de “verdadeiros pais”, pois restaurariam o erro de Adão e Eva, dando início a uma “nova cultura e linhagem do Céu”. Moon ainda ensina que Jesus teria falhado na cruz e que ele seria o messias final, que terminaria a obra divina na terra.

O bispo Manoel Ferreira estaria apoiando o ministério de Moon no Brasil e já teria participado de cerimonias de casamentos na Igreja Unificação. Moon fez investimentos no Mato Grosso do Sul para iniciar seu ministério e apesar de ter buscado o apoio de diversas denominações evangélicas, somente o bispo Manuel teria se disponibilizado a apoiá-lo.

Manuel está sendo acusado de ter convidado integrantes da igreja de Moon para usarem o púlpito da Assembleia de Deus de Brasília. O culto realizado na igreja em Brasília no mês de outubro foi chamado de “Festival Global da Paz”, cujo objetivo seria “apresentar a mensagem do Reverendo Moon”.

O tema “uma família sobre Deus” mostraria que a mensagem que “cumpriria o sonho de Deus de todas as pessoas do mundo serem uma só família”. A iniciativa do festival foi de Hyun Jin Moon, um dos filhos do líder da Igreja da Unificação, que mostra os seus pais como os originadores da “verdadeira família” capaz de salvar a humanidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário