domingo, 15 de maio de 2011

À ESPERA DE UM MILAGRE

Medite: Evangelho Segundo escreveu Marcos, Cap. 10 Vers. 46 ao 52.



Como sempre digo, eu gosto de passagens conhecidas, pois elas muito nos alimentam, e este texto nos fala de alguém que sem dúvida era um adorador por excelência, que nós o chamamos de Bartimeu.



Agora veja, Timeu era o pai deste homem cego, e falar que ele se chamava Bartimeu pode ser um erro, pois ao se referir a ele a Bíblia não diz que ele se chamava Bartimeu, ela diz "um homem, Bartimeu...". Bartimeu era a nomenclatura para filho de Timeu, então todos os filhos de Timeu eram Bartimeu (Bar-Timeu=filho de Timeu).


A cidade era Jericó, uma cidade que foi amaldiçoada por Josué, mas que Jesus teve que entrar para salvar e livrar muitos daquela maldição. Mas aquele cego estava pedindo esmolas em uma das entradas daquela cidade, pois Jericó tinha duas entradas, mas ignorando sua situação ele foi à busca de seu milagre. Então vamos aprender hoje a irmos juntos em busca de um milagre.

Mas quero te dizer uma coisa, um milagre não sustenta sua vida espiritual, o milagre ele é um presente que recebemos de Deus quando tomamos atitudes. Abra seu coração se deleite na boa e agradável palavra do Senhor, pois talvez hoje sua situação não seja muito diferente do cego que estava na beira do caminho, mas que em seu coração tinha a certeza que aquele não era seu lugar.

Por isso nesta Palavra Pastoral quero que você ressuscite seus sonhos mais remotos, por que hoje, o Senhor estar colocando em seu coração uma mensagem que lhe dará condições de alcançar seus milagres.


UM MENDIGO A BEIRA DO CAMINHO
Falemos de um mendigo; Talvez você não conheça um, ou talvez sim, mas veja que era este cego.



Um mendigo é alguém que não tem sonhos e esta falta de sonhos os faz perambular sem rumo, e se algum dia você conversar com um mendigo verá que estou certo. Outra coisa é que um mendigo ao perder seus sonhos ele não cuida de seu corpo, pois nossos sonhos nos alimentam como um combustível, por isso "sonhe, ouse sonhar, você nunca irá além de seu sonho", uma grande verdade, nós só chegamos até onde sonhamos, e um mendigo não tem sonhos.



Um mendigo é alguém solitário, embora em grandes cidades podemos observá-los juntos, eles são solitários, só se juntam por uma questão de segurança e medo, de serem mortos por vândalos. E penso eu que solidão é um demônio que os atentam para viverem sós, se achando inúteis e desprezíveis.



Como falei anteriormente, beira do caminho não é lugar de quem quer servir ao Senhor, mas beira do caminho é lugar de quem estar na prova, por isso Deus nos deu esta Palavra Pastoral, para te tirar da beira do caminho.



AS ATITUDES DO CEGO, FILHO DE TIMEU
Para alcançarmos nossos objetivos, precisamos tomar atitudes, pois a Bíblia nos manda aprender com as formigas (Provérbios 6.6-11).



1ª ATITUDE – “E OUVINDO QUE ERA JESUS...” (Marcos 10.47)
Quando uma pessoa, adquiri ou nasce com uma deficiência, o corpo começa a desenvolver uma maior capacitação em outra capacidade que a pessoa já possui. Então vemos que o mendigo era cego, mas não surdo e que com certeza escutava muito bem, pois ouvindo que era Jesus, logo tomou uma atitude.



Quando a multidão vai se aproximando, o cego, filho de Timeu pergunta a outro mendigo que estava por perto, o que estava acontecendo, no que ele responde que vinha uma multidão, e que no centro da multidão estava um homem chamado Jesus. Naquele momento ao ouvir o nome Jesus o cego começou a clamar. Ele não enxergava, mas com os ouvidos ele entendeu o que estava acontecendo ao seu redor. Hoje vemos crentes que além de cegos estão surdos, mas Jesus ainda faz milagres.



Precisamos ouvir a Jesus, pois hoje todos querem ouvir o pastor Fulano, o pastor Cicrano, o cantor Beltrano, cantora Cicrana, mas não querem ouvir mais a Jesus. As igrejas estão virando palco de entretenimento. Amados, pastor ou cantor não pode salvar sua vida, mas Jesus sim. Por isso ele mesmo disse para João na ilha de Patmos, "quem tem ouvidos para ouvir, que ouça". Entreguemos nossos ouvidos para ouvir ao Senhor Jesus, caso contrário seu milagre nunca chegará.



2ª ATITUDE – “... COMEÇOU A CLAMAR...”
Segundo o nosso dicionário a palavra CLAMAR significa proferir em altas vozes; bradar. Era isso que o cego estava fazendo, bradando em alta voz, para chamar a atenção de Jesus, mas note o seguinte, logo que ele começou a gritar, algumas pessoas tentaram o fazer calar-se, mas ele não deu ouvidos aos enviados do diabo, mas continuou a clamar. Saiba de uma coisa, o diabo sempre vai enviar alguém para tentar fazer o crente verdadeiro calar-se.



Algo interessante é que com certeza Jesus já o estava ouvindo, mas ainda não parou, talvez para ver se o cego persistia. Assim devemos ser, persistentes, contínuos, no clamor ao Senhor, pois hoje, nós dobramos nossos joelhos por somente "dois minutinhos" e queremos respostas para o milagre. Como eu disse tentaram calar o cego, mas ele não parou, e ao contrário ele começou a gritar ainda mais alto. Não se deixe calar, existe um grande milagre a sua espera.



3ª ATITUDE – “... JESUS, FILHO DE DAVI...”
Quando me pego pensando neste cego, fico estarrecido, minha alma se estremece, pois hoje o que o povo de Deus menos faz é isso que o cego fez: Reconhecer quem era Jesus.



Quando o cego após ouvir que era Jesus, e começar a clamar, ele mostra reconhecer quem era o único que poderia lhe dar o milagre, Jesus, pois ao declarar que Jesus era filho de Davi, ele está reconhecendo o messianismo de Jesus e declarando que a profecia era verdade, pois esta declaração é ainda mais forte, pois Jesus estava a caminho da cruz.



Por isso devemos reconhecer a autoridade de Jesus, pois é isso que Ele espera de seus filhos, e assim muitos alcançarão seu tão sonhado milagre. Eu ouvi um servo de Deus em certa ocasião, dizer "que Jesus veio ao mundo, fez a maior bagaceira, humilhou o cão, desmascarou os homens, para ter um nome que está acima de todo o nome". Reconheça a autoridade e a divindade de Jesus e verá seu milagre.



4ª ATITUDE – “... E LANÇANDO DE SI SUA CAPA...”
Quando Jesus para, Ele manda chamar aquele que estava gritando, e creio que um dos seus discípulos vai até o cego e diz para que tenha bom ânimo. Então diante dessa boa notícia o cego faz algo fantástico.



Creio que você, caro leitor, já tenha visto um mendigo perambulando pelas ruas de sua cidade, e também viu que todo mendigo leva consigo um velho cobertor, sujo, fedorento, e mau trapinho. Isso é para que ele onde for dormir, possa se esconder da brisa fria da madrugada, então o que isto representa?



Devemos agir como o cego! Lancemos fora a nossa capa, pois sempre carregamos uma mágoa do passado, um rancor de alguém, pois somos hipócritas em dizer, "eu perdôo, mas que fique longe de mim", isso nunca será um perdão.



Talvez um pecado sujo que praticamos, achando que estamos longe dos olhos dos pastores, mas nos esquecemos que os olhos de Deus percorrem toda terra, ou pensamentos impuros que brotam de nossas mentes todo o tempo, por isso para chegarmos ao milagre, lancemos de nós nossa capa, pois um mendigo não se incomoda com o mau cheiro da capa, pois já convive com ela há muito tempo.



5ª ATITUDE – “... LEVANTOU-SE E FOI...”
O cego não se levantou primeiro para jogar fora aquela capa fedida e suja, ele se livrou dela ainda no chão e diz algumas traduções que deu um salto, se levantou e foi ter com Jesus. Isso é que é desejar um milagre!



Queremos receber os milagres do Senhor, assentado, em nossas casas, ou deitado em nossas camas, somos crentes preguiçosos. Hoje vejo um monte de crentes a que basta ameaçar que vai chover já é desculpas para não ir à igreja, parecendo sermos crentes de açúcar ou de papel, mas isso não nos impede de questionarmos a Deus, "cadê meu milagre Senhor?". Amados, temos que tomar a atitude de nos levantarmos, ou seja, muito mais importante que se levantar, é darmos um salto, pois o tempo urgi, e o meu Senhor tem presa em nos dar nossos milagres, mas por favor levante-se e vai ao encontro de Jesus.



6ª ATITUDE – “... QUE QUERES QUE TE FAÇA?... QUE EU VEJA!”
A pergunta de Jesus para um cego parece irônica, pois estava explicita a condição do cego, mas mesmo assim faz a pergunta, e eu perguntei a Jesus, por quê? Saiba de uma coisa, o meu Jesus não faz nada por acaso, e sim todos seus atos tem um propósito, por isso ele mesmo sabendo da condição do cego fez a pergunta.



Devemos nos achegar a Jesus sabendo o que realmente queremos, pois veja esta oração: "Senhor! Sou solteiro(a) e gostaria que colocasse uma pessoa em meu caminho, pode ser qualquer um!". Você acredita que tem pessoas que se dirige ao dono do milagre desse jeito?
Pois bem! Primeiro decida o que quer, seja objetivo em seu pedido, pois é certo que o Senhor conhece nossos corações, mas Ele que ouvir nossas bocas, ou não sabes que nossas palavras têm poder? Então vá a Jesus sabendo o que quer.



7ª ATITUDE – “... A TUA FÉ TE SALVOU!...”
Note que Jesus, não fala outra coisa para que o milagre aconteça a não ser: “a tua fé te salvou”, e o interessante é que em outros milagres é da mesma forma. Pois quero crer que você conhece o que está escrito em Hb 11:6, mas caso você não se lembre: "sem fé é impossível agradar a Deus".



O cego que também era mendigo, não falou que tinha fé, pois fé é uma coisa que só os olhos do Senhor podem ver, e é a fé que move as mãos de Deus a nosso favor, pois foi a fé que ele tinha que o levou a concretizar o milagre em sua vida. Mas há ainda uma consideração, só se pode e se deve ter fé em Jesus, pois como poderemos agradar a Deus tendo fé em Maria, João, Terezinha ou outro mortal qualquer?



Por isso, quando quiser agradar a Deus e ver o seu milagre se concretizar, tenha a sua fé focalizada em Jesus, o Filho de Deus.



CONCLUSÃO
É por essas e outras infinitas razões que eu sempre digo que a Bíblia é o maior e único manual de comportamento humano, e também em outras palavras a Bíblia é "o manual do fabricante", pois só quem nos deu a vida pode nos conhecer tanto. Enfim seu milagre esta perto de você, basta tomar atitudes, estas que fizeram a diferença na vida do cego, filho de Timeu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário