segunda-feira, 16 de agosto de 2010

CASAMENTO - HAVIA UM VAZAMENTO...

Ontem, a minha esposa me informou que tínhamos recebido uma conta de água com um valor exorbitante, mais de dois mil reais. Depois de alguns testes, concluímos que em algum lugar havia um vazamento. Hoje, quando o rapaz que faz manutenção em nosso jardim chegou, pedimos para que ele fizesse uma busca a fim de encontrar o vazamento. Como ele conhece bem onde passa o encanamento em nosso quintal, não demorou muito para que ele encontrasse o lugar onde a água estava vazando por baixo da terra.

Entre receber a conta que me assustou e detectar o lugar do vazamento, perdemos mais de trezentos mil litros de água. O que eu aprendi com essa experiência:

1.
Por mais bem feita que seja a casa e o casamento, vez ou outra seremos surpreendidos por problemas na instalação.

2.
Nunca pague uma conta sem conferir o por que daquele valor tão alto. O valor da conta pode nos revelar “vazamentos”.

3.
Feche o registro. Assim que chegou a “conta” nos informando de que havia um problema, fechamos o registro impedindo que o vazamento continuasse. O segredo para proteger o casamento da falência, é fechar o registro assim que for informado que há um problema de vazamento. Estancar o vazamento... O casal precisa ser rápido e agir com inteligência para que o prejuízo não seja ainda maior. Casamentos falem quando o casal sempre deixa para depois o que precisa ser feito agora.

4.
Chame pessoas experientes que possam lhe ajudar a encontrar onde está ocorrendo o vazamento. O nosso jardineiro tem muito mais experiência como “descobridor de vazamentos” do que nós. Bastou ele fazer alguns buracos no lugar mais úmido e logo o lugar do vazamento apareceu. Busque ajuda de pessoas que tem mais experiência.

5.
Concerte o vazamento e nunca ache caro aquilo que irá estancar um prejuízo incalculável a longo prazo.

6.
Não deixe de fazer manutenção regular na sua casa. Assim também é com o casamento, precisamos estar fazendo manutenção constantemente.

Hoje eu lhe convido para fazer uma avaliação em seu casamento. Será que você não vem pagando “contas altíssimas”, sofrendo um empobrecimento a cada dia, só porque não está conferindo, avaliando, calculando, repensando? Há pessoas que passam a vida tendo prejuízo se escondendo atrás de uma desculpa “muitos pagam mais do que eu” - “aqui a vida é assim mesmo” – “isso não tem jeito, nem adianta ir atrás”. Assim como eu resolvi tudo em dois dias e estanquei aquilo que poderia me empobrecer, no casamento agente deve agir, ter atitude, ser rápido na busca da solução, acreditando que sobre tudo, Deus tem interesse em nossa alegria e felicidade. Pare de pagar “contas altas” se é possível você concertar aquilo que está provocando grandes prejuízos.
Que Deus abençoe a sua vida com toda sorte de bênção!
Por: Pr Josué Gonçalves - Publicado Primeiro no Família e Graça

Nenhum comentário:

Postar um comentário